Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Motivação

Fico, muito sinceramente, a sentir-me mal e preocupada com o rumo que as coisas levam. Na minha cabeça, não faz qualquer sentido aquilo que grande parte das pessoas da minha idade pensam. Falo no geral, como é claro.

Sinto que já pouca gente sabe pensar por si. Há pouca gente se sabe tomar decisões, pensar nas vantagens e desvantagens e arcar com as consequências. Seguem-se demasiado as modas. 

Não gostam de ler ou de escrever. E qualquer coisa que envolva mais esforço fisico do que levantar um copo de àgua, é um frete.  Como é que aquilo pelo que a maioria desta geração mais anseia é não fazer nenhum? Parece que não têm motivação ou sentido para esta vida. E essa motivação é aquilo que nos mantem à tona d'água, é o que nos permite continuar a tentar apesar das derrotas e é aquilo que faz girar o mundo!

Há que definir prioridades, estabelecer limites e manter a motivação e a concentração. Tudo isto em relação à vida na sua plenitude, ao seu todo.