Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Hoje não é o dia D

O facto de eu não ter postado nos últimos 2 (ou 3) dias não é bom. Significa que a monotonia se impôs novamente na minha vida e que não acontece nada de novo. 

Os dias são sempre iguais. A quarta-feira de hoje foi igual à quarta-feira da semana passada e o dia de amanhã será como a quinta de à 8 dias a tráz. 

Só pequenos pormenores é que fazem a diferença e por vezes não é a suficiente (hoje foi o caso). Estou mesmo naquela fase em que não me apetece fazer nada ou se calhar isso já é o normal e tanto acho que está tudo mal e ando super aborrecida, como de repente parece que bebi um litro de café e tenho energia e animação para dar e vender. Isto é cansativo. Mas não é propositado, não consigo evitar e, naqueles dias em que acordo com os pés de fora, à mínima coisa fico irritada e aziada para o resto do dia. 

O facto de não haver nada de novo no meu dia-a-dia também não ajuda grande coisa.