Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Palavra de escuteira

De que valem as palavras se forem apenas ditas, se não forem sentidas, se não forem intencionais e se não nos soubermos expressar através delas? A chama da aventura. Decisões e caminhos divergentes. O meu quotidiano.

Eu queria

Eu queria que não me tivesses desiludido. Queria que soubesses o quanto me fizeste feliz, o quanto me magoaste e que visses no meu olhar a minha dor. 

 

Eu queria ter mais força de vontade para mudar certos hábitos mas o meu nome do meio é preguiça.

 

Eu queria não ter saudades daquilo que sei que não vai voltar e queria ser capaz de esquecer. Esquecer o quê? Simplesmente esquecer, eu sei o quê.

 

Eu queria ser capaz de aproveitar a vida como deve de ser. Sei que me vou arrepender se não o fizer.

 

Eu queria conseguir tomar as minhas decisões e escolher o meu caminho sem pensar dezenas de vezes em todos os prós e contras. Ser demasiado preocupada é mau quando começas a deixar de fazer coisas que queres e mais tarde te arrependes.

 

Eu queria ter escrito Eu quero e começar a pensar que "vou conseguir" ao em vez de "vou tentar".

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.